As 10 maiores vilas de Porto Alegre (favelas)

Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul, é uma cidade marcada por sua rica história, cultura vibrante e diversidade. No entanto, assim como em muitas outras grandes cidades do Brasil, também há áreas de desigualdade e pobreza. As favelas de Porto Alegre, ou vilas como são chamadas localmente, são exemplos de comunidades que enfrentam esses desafios. Neste post, iremos explorar as 10 maiores vilas de Porto Alegre, destacando informações sobre cada uma delas.

Embora essas favelas de Porto Alegre enfrentem desafios socioeconômicos, é importante reconhecer a resiliência, a solidariedade e o espírito comunitário dos moradores.

As maiores vilas de Porto Alegre estão constantemente buscando melhorar suas condições de vida, fortalecendo os laços de união e desenvolvendo iniciativas para promover o bem-estar coletivo.

Os 10 bairros mais perigosos de Porto Alegre em 2023.

1. Cruzeiro do Sul (Bairro Santa Tereza)

  • Número de domicílios: 2.192
  • População: 8.029
Cruzeiro do Sul vilas de Porto Alegre
Imagem: Luiz Armando Vaz / Agencia RBS

A Vila Cruzeiro do Sul é a maior favela de Porto Alegre tanto em número de domicílios quanto em população. Em meio aos morros, essa comunidade divide espaço com as emissoras de TV e rádio de Porto Alegre, no alto do Morro Santa Tereza. Ademais, a comunidade enfrenta desafios socioeconômicos, mas também se destaca pela sua rica cultura e espírito de solidariedade.

2. Chácara da Fumaça (Bairro Mário Quintana)

  • Número de domicílios: 1.964
  • População: 6.982

Situada no Bairro Mário Quintana, a Vila Chácara da Fumaça é a segunda maior favela de Porto Alegre. É provavelmente uma das periferias mais antigas da cidade, pois os primeiros moradores dessa região chegaram em 1896. O primeiro loteamento tinha cerca de 150 hectares. O primeiro nome dessa comunidade foi Capão da Fumaça. Contudo, como surgiram várias chácaras na região, a comunidade passou a se chamar Chácara da Fumaça.

3. Mato Sampaio (Bairro Bom Jesus)

  • Número de domicílios: 1.724
  • População: 6.314

No Bairro Bom Jesus, encontramos a Vila Mato Sampaio, uma comunidade resiliente. Fundada na década de 1960, foi com muita luta que os primeiros moradores começaram a consolidar uma comunidade de luta, que futuramente conquistou muitas melhorias, como saneamento básico, escola, posto de saúde e transporte público.

4. Safira (Bairro Mário Quintana)

  • Número de domicílios: 1.834
  • População: 6.098
Vila Safira Porto Alegre
Imagem: Facebook.

Localizada no Bairro Mário Quintana, a Safira está as margens da Avenida Protásio Alves e da divisa com Viamão, e é considerada uma das maiores vilas de Porto Alegre. A comunidade se envolve em atividades sociais e projetos que buscam melhorar as condições de vida e criar oportunidades para os moradores.

5. São Miguel (Bairro Partenon)

  • Número de domicílios: 1.753
  • População: 5.970

No Bairro Partenon, encontra-se a Vila São Miguel, as margens do Morro da Polícia uma das maiores vilas de Porto Alegre. A comunidade está situada próxima a outra que é das maiores vilas de Porto Alegre, o Campo da Tuca.

6. Amazônia (Bairro Rubem Berta)

  • Número de domicílios: 1.715
  • População: 5.780

Situada no Bairro Rubem Berta, a Vila Amazônia está situada no Complexo Logístico Porto Seco, uma região com muitas empresas do setor logístico. A vila também fica próxima ao Complexo Cultural do Porto Seco, onde atualmente acontece os desfiles de Carnaval de Porto Alegre.

7. Pinto (Bairro Bom Jesus)

  • Número de domicílios: 1.325
  • População: 4.855
vila pinto vilas de porto alegre
Imagem: Guilherme Santos/Sul21

No Bairro Bom Jesus, encontramos a Vila Pinto, uma comunidade muito lutadora. Os moradores dessa vila estão engajados em atividades sociais e projetos comunitários, buscando fortalecer os laços de solidariedade e melhorar as condições de vida para todos. O Centro de Triagem da Vila Pinto, fruto da luta liderada pela líder Marli Medeiros, que faleceu em 2018, é uma das principais ações sociais desta favela de Porto Alegre, pois ajuda muitas famílias a obter dinheiro através da reciclagem.

8. Passo das Pedras (Bairro Passo das Pedras)

  • Número de domicílios: 1.363
  • População: 4.602

A Vila Passo das Pedras, localizada no Bairro Passo das Pedras, é uma comunidade que começou a tomar forma na década de 1950 e hoje é considerada uma das maiores vilas de Porto Alegre. A Vila Passo das Pedras se chamava Chácara Butiá. Nos anos 80 a comunidade começou a crescer de forma desordenada, onde surgiram muitas vilas, a maioria delas ainda em processo de regularização.

9. Maria da Conceição (Bairro Partenon)

  • Número de domicílios: 1.197
  • População: 4.399

No Bairro Partenon, encontramos a Vila Maria da Conceição, uma comunidade que lida com desafios socioeconômicos. Contudo, essa comunidade envolve um dos maiores mistérios da cidade de Porto Alegre, a história de Maria Degolada.

Santuário Maria Degolada - Vila Maria da Conceição
Imagem: Félix Zucco / Agencia RBS

A comunidade se formou entre os anos 1940 e 1950 em torno do local onde está enterrado o corpo de Maria Francelina Trenes, uma jovem de 21 anos vítima de feminicídio no fim do século XIX. O policial militar que assassinou-a acabou morrendo na prisão. Já a vítima do crime é considerada santa na comunidade, e lá está seu santuário.

10. Campo da Tuca (Bairro Partenon)

  • Número de domicílios: 1.069
  • População: 3.966

Também localizada no Bairro Partenon, a Vila Campo da Tuca é uma comunidade famosa em Porto Alegre. Infelizmente, a fama diz respeito ao tráfico de drogas e a violência. Ainda assim, a comunidade é conhecida por ser formada por gente trabalhadora e resiliente. O nome da comunidade se deve ao campo de futebol, e homenageia a dona “Tuca”, uma antiga moradora da comunidade.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast é redatora de web sites há cerca de 8 anos, tendo ao todo 15 anos de experiência com produção de conteúdo para a internet. Graduada em Administração de Empresas (Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre), encontrou sua verdadeira paixão na administração de websites.

Devido sua experiência com redação de conteúdo, obteve registro profissional como jornalista pelo Ministério do Trabalho (Registro Profissional: 0020361/RS).

É porto-alegrense raiz, nascida e criada na zona norte da cidade, mas muito apaixonada pela zona sul e pela orla do Guaíba. Ama a cidade e está sempre em busca de trazer mais informações que possam ajudar seus conterrâneos a curtirem mais o que Porto Alegre tem para oferecer!

Artigos: 435

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading