Abrigo da Prefeitura de Porto Alegre tem mais de 30 cavalos para adoção

O trabalho realizado pela EPTC em Porto Alegre demonstra o compromisso com o resgate, cuidado e adoção responsável de cavalos.

No decorrer de 2023, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) de Porto Alegre realizou um trabalho incansável no resgate e cuidado de cavalos que vagavam pelas ruas da cidade. Essa iniciativa, além de proteger os animais do abandono e dos maus-tratos, visou promover a adoção responsável, proporcionando um lar seguro para os equinos.

Processo de Adoção e Acompanhamento dos Cavalos

A EPTC resgatou um total de 348 cavalos ao longo do ano. Entre eles, 195 foram devolvidos aos proprietários, enquanto outros estavam desgarrados e, infelizmente, sujeitos a maus-tratos. Atualmente, 37 animais recuperados estão disponíveis para adoção no abrigo da prefeitura. Todos os cavalos passam por microchipagem, proporcionando uma eficiente identificação individual para controle do histórico e do bem-estar.

O microchip, do tamanho de um grão de arroz, é implantado sob a pele dos cavalos, na região do pescoço, garantindo uma identificação única e inalterável. Esse método não causa danos à saúde dos animais e permite a leitura dos dados por meio de um scanner, facilitando o gerenciamento eficiente por meio de um software.

A EPTC realiza fiscalizações e blitze para coibir a circulação ilegal de carroças e garantir a segurança viária. Em 2023, foram realizadas 18 blitze com o objetivo de reprimir o uso indevido de veículos de tração animal. A equipe de fiscalização trabalha incansavelmente para proteger os cavalos nas vias públicas e evitar acidentes.

A EPTC acompanha o processo adotivo e realiza vistorias anuais para garantir o bem-estar dos animais com suas novas famílias. A adoção é feita na forma de fiel depositário e supervisionada pelo Ministério Público. Os adotantes devem oferecer condições adequadas e comprometer-se a não submeter os cavalos a trabalhos de tração ou práticas esportivas prejudiciais.

Denúncia Responsável

A população pode contribuir denunciando casos de cavalos abandonados ou maltratados pela Central de Atendimento ao Cidadão 156 ou pelo número 118. Essas denúncias possibilitam a ação rápida da prefeitura, que atua 24 horas por dia, sete dias por semana, para fiscalizar, analisar e atender essas demandas.

O abrigo da EPTC, localizado na rua Chrispim Antônio Amado, 1266, bairro Lami, está aberto à visitação mediante agendamento. Além de contar com estrutura adequada para o tratamento dos animais, o abrigo oferece a possibilidade de adoção responsável. Informações sobre adoção podem ser obtidas pelo e-mail [email protected].

O trabalho da EPTC em Porto Alegre destaca-se pelo comprometimento com o resgate, cuidado e adoção responsável de cavalos. Ao envolver a comunidade e oferecer condições adequadas para os animais, a cidade reforça o valor da vida e a responsabilidade compartilhada na promoção do bem-estar animal. A adoção consciente e as denúncias responsáveis são peças-chave para o sucesso desse programa e para a construção de uma cidade mais humanitária.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 1100

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading