6 barragens estão em Situação de Emergência no RS

Neste domingo (5), o governo do Rio Grande do Sul anunciou um aumento alarmante no número de barragens em situação de emergência devido às intensas chuvas que assolam o estado. O total subiu para seis, ante apenas duas no sábado, requerendo ação imediata para salvaguardar vidas.

De acordo com os dados divulgados, 18 barragens gaúchas estão sob algum grau de fragilidade. Além das seis em situação crítica, cinco estão em “nível de alerta”, indicando anomalias que representam risco à segurança e demandam medidas para garantir a estabilidade das estruturas.

Situações Críticas nas barragens

Entre as barragens em risco iminente de ruptura estão a PCH Salto Forqueta, em São José do Herval e Putinga, onde deslizamentos causaram danos na margem direita e sinistros na Casa de Força.

Além disso, as seguintes barragens estão em estado de emergência:

  • Barragem de São Miguel, em Bento Gonçalves;
  • SDR, em Eldorado do Sul;
  • Saturnino de Brito, em São Martinho da Serra;
  • Arroio Barracão, em Bento Gonçalves.

Outras Classificações

Em “nível de alerta”, encontram-se a UHE Dona Francisca, em Nova Palma; a UHE Bugres-Barragem Divisa, em Canela; a barragem Capané, em Cachoeira do Sul; a barragem B2, em São Jerônimo; e a barragem Tupi, em Taquari.

Já as barragens em “nível de atenção” incluem a UHE Bugres-Barragem do Blang e a UHE Canastra, ambas em Canela; UHE Monte Claro, em Bento Gonçalves e Veranópolis; UHE Castro Alves, em Nova Roma do Sul e Nova Pádua; barragem PCH Furnas do Segredo, em Jaguari; e as barragens Samuara e Dal Bó, em Caxias do Sul.

O governo estadual continua monitorando outras barragens, incluindo Santa Lúcia, em Putinga; Nova de Espólio de Aldo Malta Dihl, em Glorinha; Belo Monte, em Eldorado do Sul; e Filhos de Sepé, em Viamão. O acompanhamento é realizado pela Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e pelo Operador Nacional do Sistema (ONS).

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading