BC admite o vazamento de mais de 87 mil chaves Pix

Este é o sétimo incidente de vazamento de chaves pix e dados, destacando a importância de medidas mais robustas de segurança cibernética.

O Banco Central divulgou nesta sexta-feira (22) que um total de 87.368 chaves Pix de clientes da Sumup Sociedade de Crédito Direto S.A. (Sumup SCD) teve seus dados vazados. Esse é o sétimo incidente de vazamento de dados desde o lançamento do sistema de pagamentos instantâneos, em novembro de 2020. Vamos analisar os detalhes desse incidente, suas consequências e as medidas anunciadas pelo Banco Central.

Detalhes do Vazamento das Chaves Pix

O vazamento ocorreu entre 28 de setembro de 2023 e 16 de março de 2024 e incluiu informações como nome do usuário, Cadastro de Pessoa Física (CPF) com máscara, instituição de relacionamento, agência e número da conta. O Banco Central atribuiu o vazamento a falhas pontuais nos sistemas da instituição de pagamento. No entanto, ressaltou que os dados expostos são apenas cadastrais e não afetam a movimentação financeira dos clientes. Informações protegidas pelo sigilo bancário, como saldos, senhas e extratos, não foram comprometidas.

Apesar do baixo impacto potencial para os clientes, o Banco Central decidiu divulgar o incidente em nome da transparência. Todas as pessoas afetadas serão notificadas por meio do aplicativo ou internet banking da instituição. O Banco Central alertou que esses serão os únicos canais de comunicação para informar sobre a exposição das chaves Pix e orientou os clientes a ignorarem chamadas telefônicas, SMS e mensagens de aplicativos de mensagens e e-mail.

Consequências e Investigação

Embora a exposição de dados não signifique necessariamente que todas as informações foram vazadas, o Banco Central afirmou que o caso será investigado e que sanções podem ser aplicadas. A legislação prevê multas, suspensão ou até exclusão do sistema do Pix, dependendo da gravidade do incidente. Desde a criação do sistema em novembro de 2020, este é o sétimo incidente de vazamento de dados, destacando a importância de medidas mais robustas de segurança cibernética.

O vazamento de dados da Sumup SCD é mais um incidente preocupante no cenário dos pagamentos instantâneos no Brasil. Embora as informações expostas sejam cadastrais e não afetem diretamente as transações financeiras dos clientes, ressalta a necessidade urgente de reforçar a segurança dos sistemas de pagamento digital. O Banco Central está investigando o caso e tomará as medidas necessárias para garantir a integridade e confiabilidade do sistema do Pix.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 886

Descubra mais sobre Curtindo PoA

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading