Boletim de Balneabilidade RS ATUALIZADO para o Carnaval

Abaixo, confira qual é o boletim de balneabilidade atualizado do litoral gaúcho, que inclui as prainhas do Guaíba.

Às vésperas do feriado de Carnaval, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) divulgou o nono boletim de Balneabilidade, trazendo informações cruciais para os banhistas que planejam aproveitar as praias do Litoral Norte. A boa notícia é que, segundo o boletim, a água está própria para banho em todos os pontos monitorados. Esta notificação, sem dúvida, traz alívio e segurança para os foliões que pretendem curtir o Carnaval nas praias do Rio Grande do Sul.

Boletim de Balneabilidade atualizado

De acordo com o último boletim, todos os pontos monitorados no Litoral Norte apresentam condições próprias para banho, oferecendo aos banhistas um ambiente seguro e propício para se refrescar e aproveitar o feriado de Carnaval. Essa informação é de extrema importância para garantir a saúde e o bem-estar da população que frequenta as praias durante esse período festivo.

É válido ressaltar que, embora a maioria dos pontos monitorados esteja própria para banho, ainda existem alguns pontos considerados impróprios para a balneabilidade. Abaixo, confira os locais impróprios:

  • Barra do Ribeiro – Praia Recanto das Mulatas – Lago Guaíba
  • Candelária – Balneário Carlos Larger – Rio Pardo
  • Dom Pedrito – Praia Passo Real – Rio Santa Maria
  • Pelotas – Valverde – Trapiche
  • Pelotas – Valverde – Av. Sen. Joaquim A. de Assunção
  • Santa Vitória do Palmar – Barra do Chuí
  • Santa Vitória do Palmar – Balneário do Porto – Lagoa Mirim

A recomendação da Fepam é que os banhistas evitem esses pontos impróprios e arredores, especialmente junto às águas que chegam às praias por tubulação, arroios ou rios, principalmente crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade. Os sintomas mais comuns após o banho em áreas contaminadas são diarreia, dor abdominal e enjoos.

Processo de monitoramento e classificação

O monitoramento da qualidade da água é realizado semanalmente, e os boletins são divulgados sempre às sextas-feiras no site da Fepam, mídias sociais e no web aplicativo Balneabilidade. Para identificar se as condições de balneabilidade em determinado local são adequadas, são analisados dois indicadores principais: a presença de Escherichia coli (E.coli) e cianobactérias, ou algas azuis, que podem indicar contaminação e representar riscos à saúde. Os parâmetros utilizados seguem as resoluções do Conama 274/2000 e 357/2005.

É importante ressaltar que as coletas e análises em água salgada no Litoral Norte são realizadas pela Fepam, com o apoio de instituições como a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e o Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep). Por fim, as recomendações aos banhistas são claras: entre na água apenas em locais com condição própria para banho, evite tomar banho após chuvas intensas e não se arrisque em áreas com concentração de algas, visando sempre garantir a segurança e a saúde de todos.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 1100

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading