Bomba flutuante no Sarandi tira 7,2 milhões de litros de água por hora

No último domingo, 19, o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) de Porto Alegre deu início a uma operação crucial para combater enchentes na cidade com a instalação da primeira bomba flutuante. Este equipamento, emprestado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), faz parte de um esforço conjunto para enfrentar os desafios causados pelas fortes chuvas recentes.

No total, serão instaladas nove bombas de alta capacidade, com capacidade para drenar cerca de 2 mil litros de água por segundo, o que equivale a 7,2 milhões de litros por hora. Esses equipamentos serão estrategicamente posicionados nas regiões do aeroporto, Sarandi e Humaitá, áreas frequentemente afetadas por enchentes.

Detalhes sobre a bomba flutuante no Sarandi

Segundo o diretor-geral do Dmae, Mauricio Loss, os equipamentos, que pesam aproximadamente 10 toneladas cada, foram fornecidos pela Sabesp, que disponibilizou 18 bombas para o Estado, sendo distribuídas entre Canoas e Porto Alegre. “As demais bombas devem chegar entre hoje e amanhã e serão instaladas ao longo da semana por técnicos da Sabesp e do Dmae,” explicou Loss.

A instalação das bombas exige uma megaoperação logística. Isso inclui a movimentação dos flutuantes com caminhões-munck, o translado de geradores de grande amperagem, o posicionamento preciso nos locais de instalação e o redimensionamento dos canos de expurgo até os rios Gravataí e Guaíba.

Essa iniciativa é uma resposta emergencial às recentes inundações que causaram transtornos significativos à população. A colaboração entre Dmae e Sabesp demonstra um esforço integrado para mitigar os impactos das chuvas intensas, proporcionando um alívio necessário aos moradores das áreas mais afetadas.

Com a chegada e instalação das bombas restantes, espera-se que a capacidade de drenagem da cidade seja significativamente aumentada, reduzindo assim os riscos de novas enchentes e melhorando a resiliência urbana de Porto Alegre.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 981

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading