5 toneladas de carne podre vendida em mercado de Tramandaí são apreendidas

Supermercado de Tramandaí é interditado após uma operação do Ministério Público do RS, que apreendeu 5 toneladas de carne podre, junto aos ratos e insetos.

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) e diversos órgãos estaduais e municipais resultou na apreensão de 5 toneladas de carne podre em um mercado de Tramandaí, no Litoral Norte gaúcho. Ao todo foram 6,3 toneladas de produtos impróprios para consumo humano apreendidas em 4 estabelecimentos da cidade. A operação, realizada na quinta-feira (8), encontrou diversas irregularidades, como:

  • Itens sem indicação de procedência: A venda de produtos sem procedência conhecida coloca em risco a saúde dos consumidores, pois impede a rastreabilidade em caso de problemas.
  • Prazos de validade vencidos: O consumo de alimentos vencidos pode causar intoxicações alimentares, com sintomas como náuseas, vômitos, diarreia e até mesmo desidratação grave.
  • Armazenamento inadequado: O armazenamento inadequado de alimentos pode levar à proliferação de bactérias e outros microrganismos causadores de doenças.
  • Venda de produtos proibidos: A venda de produtos como soda cáustica e álcool em concentração 92,8° em mercados é proibida por oferecer riscos à saúde dos consumidores.

Mercado que vendia carne podre foi interditado

carne podre vendida em tramandaí
Carne vencida há quase 1 ano era vendida em mercado interditado.
Foto: MPRS

Em um dos estabelecimentos fiscalizados, as condições de higiene eram tão precárias que o local foi totalmente interditado. No local, foram encontrados 5 toneladas de produtos impróprios para consumo, incluindo carne bovina armazenada em um caminhão fechado com presença de ratos, baratas e até escorpiões.

Participação de diversos órgãos

A operação contou com a participação de promotores de Justiça do MP-RS, servidores do Gaeco, agentes das secretarias estaduais da Saúde e da Agricultura, Patrulha Ambiental da Brigada Militar, Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor e Vigilância Sanitária Municipal de Tramandaí.

Ações de combate à venda de produtos impróprios

A operação Segurança Alimentar RS faz parte de um conjunto de ações do MP-RS e órgãos parceiros para garantir a segurança alimentar da população gaúcha. A iniciativa visa combater a venda de produtos impróprios para consumo e proteger os consumidores de riscos à saúde.

Recomendações aos consumidores

  • Fique atento à procedência dos produtos: Exija a nota fiscal e verifique se o produto possui embalagem original e rotulagem adequada.
  • Verifique o prazo de validade: Não compre produtos com prazo de validade vencido.
  • Observe as condições de armazenamento: Evite comprar produtos armazenados em locais inadequados, como aqueles com temperatura inadequada ou presença de insetos.
  • Denuncie irregularidades: Caso encontre produtos impróprios para consumo em um estabelecimento comercial, denuncie à Vigilância Sanitária Municipal ou ao Procon.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast

Priscilla Kinast é redatora de web sites há cerca de 8 anos, tendo ao todo 15 anos de experiência com produção de conteúdo para a internet. Graduada em Administração de Empresas (Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre), encontrou sua verdadeira paixão na administração de websites.

Devido sua experiência com redação de conteúdo, obteve registro profissional como jornalista pelo Ministério do Trabalho (Registro Profissional: 0020361/RS).

É porto-alegrense raiz, nascida e criada na zona norte da cidade, mas muito apaixonada pela zona sul e pela orla do Guaíba. Ama a cidade e está sempre em busca de trazer mais informações que possam ajudar seus conterrâneos a curtirem mais o que Porto Alegre tem para oferecer!

Artigos: 435

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading