Casos de Dengue Disparam no Rio Grande do Sul

O crescimento exponencial dos casos de dengue no Rio Grande do Sul, especialmente em Novo Hamburgo, requer uma resposta imediata.

O estado do Rio Grande do Sul enfrenta um aumento alarmante nos casos de dengue, conforme relatos da Secretaria Estadual da Saúde (SES). A quarta semana de janeiro registra um crescimento significativo, com 1.429 casos confirmados, representando um aumento de 73,4% em relação à semana anterior e 29,5% em comparação com o final da semana três. Esse cenário preocupante demanda atenção imediata para conter a propagação do vírus.

Casos de Dengue crescem no RS

No município de Novo Hamburgo, localizado no Vale do Sinos, a situação não é diferente. Na terceira semana do ano, a cidade iniciou com 99 notificações e 50 casos confirmados. Os dados mais recentes, atualizados nesta segunda-feira (29), revelam um aumento de 65,6% nas notificações e 94% nos casos confirmados. Atualmente, Novo Hamburgo contabiliza 164 notificações, 97 confirmações e mais 62 casos em investigação.

Ao comparar Novo Hamburgo com Canoas, a segunda cidade mais populosa da região, percebemos um cenário desafiador. Novo Hamburgo apresenta um número de notificações 23,3% superior, indicando uma propagação acelerada da dengue. No que diz respeito aos casos positivos, a diferença é ainda mais preocupante, com um aumento de 506,2% em Novo Hamburgo em relação a Canoas.

Combate ao Aedes aegypti: Água Parada é Inimiga

O combate à dengue requer esforços conjuntos da comunidade e autoridades de saúde. A forma mais eficaz de interromper a multiplicação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, é eliminar focos de água parada. A conscientização sobre a importância de manter ambientes livres de recipientes que acumulem água é fundamental para conter a proliferação do vetor.

O crescimento exponencial dos casos de dengue no Rio Grande do Sul, especialmente em Novo Hamburgo, requer uma resposta imediata. Ações de prevenção, conscientização da comunidade e esforços coordenados são essenciais para combater a propagação do vírus. Eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti torna-se crucial nesse momento, destacando a importância de cada cidadão no enfrentamento dessa grave situação de saúde pública.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 1100

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading