Centro de Oncologia da AHVN em Porto Alegre Inicia Atendimentos em Fevereiro

A expectativa é que o Centro de Oncologia proporcione 200 consultas mensais, totalizando mais de 3 mil consultas especializadas anualmente.

A partir de 6 de fevereiro, o Centro de Oncologia da Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN), em Porto Alegre, estará em pleno funcionamento, oferecendo atendimentos especializados. A construção da nova unidade foi viabilizada com recursos próprios da AHVN, que investiu expressivos R$ 3,3 milhões na infraestrutura, equipamentos e mobiliário. O empreendimento contou também com a cooperação técnica do Poder Judiciário.

Centro de Oncologia deve fazer 200 consultas mensais

A expectativa é que o Centro de Oncologia proporcione 200 consultas mensais, totalizando mais de 3 mil consultas especializadas anualmente. Além disso, estão previstas 1,2 mil ultrassonografias, 600 exames de endoscopia digestiva alta e baixa, 650 cirurgias oncológicas e 5,3 mil tratamentos quimioterápicos.

O governo do Estado, reconhecendo a importância desse serviço, se comprometeu em repassar R$ 6,9 milhões por ano para custeio dos atendimentos. Esses recursos serão destinados em parcelas mensais de R$ 576 mil.

Segundo Dirceu Dal’Molin, diretor-presidente da AHVN, o principal objetivo é assegurar que os pacientes diagnosticados com câncer iniciem o tratamento ou cirurgia em até 30 dias. “Queremos agilizar o encaminhamento para quimioterapia, radioterapia ou cirurgia, proporcionando um atendimento ágil e eficaz”, destaca.

Mutirão de cirurgias oncológicas

Vale ressaltar que desde agosto de 2023, a Prefeitura de Porto Alegre, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando um mutirão de cirurgias oncológicas em diferentes instituições de saúde, como o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, o Hospital São Lucas da PUCRS e a Santa Casa de Misericórdia. Essa iniciativa visou reduzir as filas de espera e atender à demanda represada, especialmente em decorrência dos impactos da pandemia.

Ao longo desse período, mais de R$ 16 milhões foram investidos nas três instituições, resultando em mais de 14 mil exames e mais de 1,5 mil cirurgias oncológicas. Em março do mesmo ano, o Tribunal de Justiça (TJ) repassou ao governo do Estado R$ 86 milhões, destinados a hospitais e municípios gaúchos para ampliar o atendimento na área da oncologia. A parceria entre entidades públicas e privadas destaca o comprometimento com a saúde e o bem-estar da população.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 1076

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading