Chuvas no RS causam cancelamento de aulas em várias cidades

As chuvas no Rio Grande do Sul não apenas causaram danos materiais, mas também impactou o funcionamento das escolas em várias cidades.

A intensa chuva que assolou o Rio Grande do Sul nesta terça-feira (29) resultou no cancelamento das aulas em várias cidades do estado. Os estragos provocados pelas enchentes e alagamentos levaram pelo menos 10 municípios a suspenderem as atividades na rede municipal de ensino.

Chuvas e o Impacto nas Regiões

Em Quaraí, na Fronteira Oeste, onde a situação é crítica com pessoas desabrigadas e desalojadas, as aulas foram interrompidas na zona rural devido aos danos causados pela chuva. Na Região Central, cidades como Ivorá e Agudo também cancelaram as atividades escolares devido aos alagamentos que afetaram estradas e o transporte escolar. Em Faxinal do Soturno, os estragos nas estradas e a previsão de mais chuva levaram ao cancelamento das aulas.

Cancelamento de aulas

  • Cachoeira do Sul tomou a decisão de suspender as aulas em várias escolas, afetando cerca de 940 estudantes, devido às condições precárias, especialmente na zona rural.
  • Sobradinho e Sinimbu também aderiram à medida, suspendendo as atividades nas redes municipal e estadual.
  • Em Santa Cruz do Sul, problemas estruturais decorrentes das chuvas levaram ao cancelamento das aulas na rede municipal. Em Rio Pardo, as dificuldades de acesso resultaram na suspensão das aulas em algumas escolas, principalmente no Ensino Fundamental e na Educação Infantil.
  • No Vale do Caí e em outras regiões, municípios como Brochier e Carlos Barbosa tiveram escolas municipais e estaduais cancelando as atividades devido às condições adversas provocadas pelas chuvas.

A forte chuva no Rio Grande do Sul não apenas causou danos materiais, mas também impactou o funcionamento das escolas em várias cidades. O cancelamento das aulas visa garantir a segurança dos alunos e profissionais da educação diante das condições climáticas adversas. As autoridades seguem monitorando a situação e adotando medidas necessárias para lidar com os efeitos das chuvas intensas no estado.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading