Cirurgiões Plásticos Auxiliam Vítimas das Enchentes no Rio Grande do Sul

Com a crescente devastação causada pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a comunidade de cirurgiões plásticos se organizou para prestar suporte médico e voluntário às vítimas. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), que reúne mais de 7 mil médicos em todo o Brasil, tem se comprometido com a segurança e o bem-estar dos afetados, além de sua tradicional atuação em cirurgia plástica.

Os cirurgiões plásticos, preparados com uma sólida formação em anatomia e fisiologia humana, estão atuando em diversas frentes para ajudar as vítimas. Dr. Volney Pitombo, presidente da SBCP, ressalta que esses profissionais estão aptos a salvar vidas devido à sua formação abrangente, que inclui especialização em cirurgia geral e plástica.

Principais Ações dos Cirurgiões Plásticos

Michel Pavelecini, presidente da Regional RS da Sociedade de Cirurgia Plástica, detalhou as principais ações dos cirurgiões plásticos para amparar a população nas áreas afetadas:

1. Resgate de Vítimas

Os cirurgiões plásticos estão envolvidos no resgate de vítimas em áreas alagadas, utilizando barcos, botes, jet-skis e jipes para acessar locais isolados.

2. Ações Conjuntas com o SAMU

Trabalhando como socorristas em conjunto com o SAMU, os cirurgiões plásticos prestam atendimento médico imediato em ambulâncias e helicópteros, garantindo que as vítimas recebam cuidados até serem levadas a locais seguros.

3. Atendimento de Resgatados

Muitas pessoas resgatadas chegam a pontos específicos, como a “Usina do Gasômetro” ou “Pontal”, onde recebem ajuda médica imediata para tratar condições como hipotermia, desidratação e crises de ansiedade.

4. Voluntariado em Abrigos e Postos de Saúde

Nos abrigos e postos de saúde, os cirurgiões plásticos fazem plantão para atender diversas demandas de saúde, incluindo infecções, ferimentos infectados, lesões de pele e suspeitas de leptospirose.

5. Rede de Atendimento para Pós-Operatório

Para pacientes em pós-operatório de cirurgias plásticas, os cirurgiões formaram uma rede de atendimento, garantindo as revisões necessárias mesmo em meio às dificuldades de deslocamento.

6. Aulas Solidárias

A SBCP lançou uma iniciativa de aulas online solidárias, ministradas por renomados cirurgiões plásticos, para arrecadar fundos destinados às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

As necessidades de atendimento são dinâmicas e podem mudar ao longo do tempo. A comunidade de cirurgiões plásticos está preparada para adaptar suas ações conforme as demandas futuras, garantindo suporte contínuo às vítimas das enchentes.

Por fim, vale destacar que a SBCP é uma entidade sem fins lucrativos que representa mais de 7 mil cirurgiões plásticos brasileiros. Ela conta com uma diretoria nacional e 21 regionais em 20 capitais brasileiras. Há 75 anos, a SBCP promove o estudo e aprimoramento da cirurgia plástica no Brasil, mantendo um foco científico e de bem-estar para a sociedade.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading