Condição precária da população em situação de rua em Porto Alegre se agrava

RESUMO

  • Incêndio na Pousada Garoa expôs condições precárias de abrigo para população em situação de rua.
  • Enchentes agravaram a situação, com fechamento de unidades e redução de vagas em abrigos e pousadas.
  • População em situação de rua busca refúgio em locais superlotados e teme o futuro incerto.
  • Falta de respostas do poder público e necessidade de soluções urgentes.
  • Luta por dignidade e por soluções permanentes exige mobilização social

A já crítica situação da população em situação de rua em Porto Alegre se agravou ainda mais após o incêndio na Pousada Garoa e as enchentes que devastaram o Rio Grande do Sul. O incêndio, que vitimou 10 pessoas e deixou outras 5 feridas, expôs as condições precárias de um local que abrigava pessoas em situação de vulnerabilidade social. Já as enchentes agravaram a desestruturação do sistema de proteção social, com o fechamento de unidades e a redução de vagas em abrigos e pousadas.

O incêndio na Pousada Garoa: um alerta para as condições precárias de abrigo

Em abril deste ano, um incêndio de grandes proporções na Pousada Garoa, no centro de Porto Alegre, deixou um saldo trágico: 10 mortos e 5 feridos. A maioria dos hóspedes da pousada, que abrigava pessoas em situação de rua, participava de um programa de assistência social da prefeitura. O caso, além da dor e do luto, acendeu um alerta para as condições precárias de muitos abrigos destinados à população em situação de rua.

Enchentes agravam a situação e colocam em risco ainda mais pessoas

As fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul no início de maio causaram inundações em diversos municípios, incluindo Porto Alegre. As enchentes agravaram ainda mais a situação da população em situação de rua na capital gaúcha.

Duas das três unidades do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) foram fechadas por conta da alagamento, restando apenas uma em funcionamento. Dos três abrigos da capital, apenas dois seguem operando. As vagas em pousadas também diminuíram consideravelmente, em decorrência do incêndio na Garoa e das inundações.

População em situação de rua busca refúgio em abrigos superlotados e teme o futuro incerto

Com a redução das opções de abrigo, a população em situação de rua se concentra nos locais que ainda estão disponíveis, como o colégio estadual Júlio de Castilhos (Julinho), no centro da cidade. Dos cerca de 80 abrigados no Julinho, 55 são pessoas em situação de rua. No entanto, a permanência nesses locais é incerta, pois o colégio precisa retomar as aulas em breve.

Apesar da situação precária e da urgência por soluções, a prefeitura de Porto Alegre, através da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), ainda não se pronunciou sobre as medidas que serão tomadas para auxiliar a população em situação de rua. A organização da sociedade civil Amurt Amurtel, que mantém um abrigo temporário na Restinga, pede que o poder público se mobilize para garantir moradia digna e acompanhamento social para essas pessoas.

A luta por dignidade e a busca por soluções permanentes

A situação da população em situação de rua em Porto Alegre é um retrato da negligência do poder público e da falta de políticas públicas eficazes para garantir a proteção social dessa parcela da população. A tragédia do incêndio na Garoa e as dificuldades enfrentadas após as enchentes evidenciam a necessidade urgente de medidas concretas para garantir moradia digna, segurança e acompanhamento social para essas pessoas. A luta por dignidade e por um futuro melhor exige mobilização social e cobrança por soluções permanentes do poder público.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 949

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading