Corredor Humanitário Conecta Região Metropolitana a Porto Alegre

Na manhã desta quarta-feira (15), importantes lideranças do setor de transporte de Porto Alegre e da região metropolitana se reuniram para discutir alternativas de deslocamento entre a capital e as cidades de Gravataí, Canoas, Cachoeirinha e Guaíba. A principal motivação foi encontrar uma solução para a longa duração dos trajetos atuais pela ERS-118, que chegam a levar cerca de quatro horas, prejudicando o dia a dia dos moradores que precisam se deslocar para Porto Alegre.

Estiveram presentes na reunião Adão de Castro Júnior, Secretário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre; Francisco Hörbe, Diretor-superintendente da METROPLAN; Flávio Antônio Tumelero Júnior, Gerente de área na EPTC; Paulo Ramires, Agente da EPTC; Alexandre Biazus, Vice-presidente da ATM; Leonel David Bortoncello, Vice-presidente da ATM; e Fabiano Rocha Izabel, Presidente do SETERGS.

Ônibus vão passar pelo Corredor Humanitário

Após uma avaliação das opções disponíveis, decidiu-se pela utilização do recém-construído Corredor Humanitário. Esta via foi desenvolvida para facilitar o acesso a áreas essenciais na capital e foi escolhida como a melhor alternativa para atender às necessidades de transporte da população da região metropolitana. Um acordo foi firmado entre a EPTC e a Metroplan para implementar esta medida.

Fabiano Rocha Izabel, Presidente do SETERGS, ressaltou a importância dessa iniciativa: “O transporte coletivo é um serviço essencial e, por isso, está de acordo com o objetivo do Corredor Humanitário, sendo a alternativa para atender às necessidades de deslocamento das pessoas que precisam chegar da região metropolitana à capital.” Ele, que também é Diretor Geral da SOGIL, concessionária do transporte de Gravataí, anunciou a criação de três linhas especiais pela empresa para restabelecer a conexão entre Gravataí e Porto Alegre.

Novas Linhas de Transporte

Confira as novas linhas que estarão disponíveis para o transporte entre Gravataí e Porto Alegre:

  • Linha Semidireta Gravataí Porto Alegre Corredor Humanitário via P. 59
    • Inicia na Garagem 96, em Gravataí, segue pela Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira até Cachoeirinha, acessa a Rua Papa João XXIII, continua pela BR 290 em direção ao Corredor Humanitário, finalizando o itinerário ao lado do Largo Zumbi dos Palmares (Largo da Epatur) em Porto Alegre.
    • Tarifa: R$ 16,35
  • Linha Comum Gravataí Porto Alegre via Corredor Humanitário
    • Inicia na P. 62, em Gravataí, segue pela Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira até Cachoeirinha, acessa a Rua Papa João XXIII, continua pela BR 290 em direção ao Corredor Humanitário, finalizando o itinerário ao lado do Largo Zumbi dos Palmares (Largo da Epatur). Esta linha integrará com todas as demais linhas municipais e intermunicipais em operação em Gravataí, mediante o uso do cartão TEU.
    • Tarifa: R$ 10,30
  • Linha Semidireta Gravataí Iguatemi Corredor Humanitário via P. 59
    • Esta linha seguirá o itinerário da linha Semidireta Gravataí Porto Alegre Corredor Humanitário via P. 59 a partir do ponto do Largo Zumbi dos Palmares (Largo da Epatur) até o Shopping Iguatemi.
    • Tarifa: R$ 23,50

Itinerário Detalhado

A partir do Corredor Humanitário, o trajeto das linhas seguirá pelo Túnel da Conceição, Rua Sarmento Leite, Av. Loureiro da Silva, Rua Gen. Lima e Silva, Rua José do Patrocínio, e finalizando no Largo Zumbi dos Palmares (Largo da Epatur). As paradas de Porto Alegre serão utilizadas para embarque e desembarque destas linhas especiais. Os veículos autorizados a acessar o Corredor Humanitário estarão identificados com um adesivo no para-brisa.

Essa nova medida visa não apenas reduzir o tempo de viagem entre a região metropolitana e Porto Alegre, mas também proporcionar um serviço de transporte mais eficiente e confortável para os moradores. As lideranças do setor de transporte estão comprometidas em continuar monitorando e ajustando as operações para atender melhor a população afetada pelas dificuldades atuais de mobilidade.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading