ETA Ilha segue sem abastecimento de água em Porto Alegre

Porto Alegre enfrenta uma situação crítica após o temporal que atingiu a cidade na noite de terça-feira (16). Cinco das seis estações de tratamento de água (ETAs) foram afetadas pela falta de energia elétrica, resultando em uma crise de abastecimento de água em Porto Alegre. O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) trabalha incansavelmente para normalizar a situação, mas a população é alertada sobre a necessidade de reduzir o consumo de água nos próximos dias.

Ilha segue sem água em Porto Alegre

No momento, a ETA Ilhas é a única que permanece sem energia elétrica, com esforços da CEEE Equatorial para restabelecer a situação. As ETAs Menino Deus e São João estão em processo de normalização, enquanto as ETAs Tristeza e Moinhos de Vento retomaram o abastecimento gradual em cerca de 80 bairros.

https://twitter.com/dmaepoa/status/1747915290862645440

Diretor do DMAE recomenda uso consciente

Maurício Loss, diretor-geral do Dmae, recomenda à população que reduza o consumo de água disponível nos próximos dias. Mesmo com a retomada das ETAs, o processo de normalização ainda está em andamento, e a cautela é necessária diante dos transtornos provocados pelas estações de tratamento e bombeamento fora de operação.

De acordo com o prefeito Sebastião Melo, o temporal afetou 67 das 87 estações. E assim, cerca de 800 mil pessoas ficaram sem água em Porto Alegre. Com a falta de previsão exata para a restauração total do serviço, a população é orientada a restringir o consumo, priorizando as necessidades básicas.

A RGE Equatorial está trabalhando para restabelecer a energia na ETA afetada. Porém, o processo pode levar até o final da quinta-feira (18). Enquanto isso, a população pode colaborar evitando o desperdício de água, atentando-se para vazamentos e utilizando o recurso de maneira consciente.

A crise de abastecimento de água em Porto Alegre é um desafio significativo, mas com a cooperação da população e os esforços contínuos das autoridades, espera-se uma normalização gradual nos próximos dias. A recomendação de redução no consumo de água visa minimizar os impactos da falta de energia nas estações de tratamento, garantindo que as necessidades essenciais sejam atendidas durante esse período crítico.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading