Identificação e Análise das Vítimas do Incêndio na Pousada Garoa

Após o trágico incêndio que vitimou 10 pessoas na Pousada Garoa nesta sexta-feira (26), os corpos das vítimas foram removidos e encaminhados para necropsia. Até o momento, nenhum dos corpos foi identificado, e o processo de análise está em andamento para determinar as causas do sinistro.

Tecnologia 3D na Investigação

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) está utilizando uma nova ferramenta para auxiliar na investigação do incêndio: o scanner 3D. Essa tecnologia, recentemente adquirida pelo governo do Estado, utiliza luz laser para criar uma reconstituição tridimensional do ambiente. Essa abordagem inovadora tem o potencial de fornecer insights cruciais sobre a dinâmica do incêndio e ajudar a esclarecer se houve alguma ação criminosa envolvida.

O scanner 3D tem uma variedade de aplicações na preservação da cena do crime e na análise forense. Ao capturar uma “nuvem de pontos” que representa o ambiente em três dimensões, juntamente com fotografias detalhadas, os peritos podem reconstruir digitalmente o local do incidente. Essa abordagem permite uma análise minuciosa e detalhada, ajudando os investigadores a entenderem melhor os eventos que levaram ao incêndio.

Contribuição para a Investigação

Evandro Gomes da Silva, perito criminal e diretor substituto do IGP, destaca a importância dessa tecnologia na investigação. Ele explica que, ao combinar dados do scanner 3D com outras evidências forenses, o IGP poderá reconstruir virtualmente o local do incêndio e examinar detalhes importantes que podem esclarecer as circunstâncias do incidente. Veja abaixo, o que Evandro falou:

Enquanto as autoridades continuam seus esforços para identificar as vítimas e determinar as causas do incêndio, a utilização do scanner 3D representa um avanço significativo na investigação forense. Essa tecnologia promete fornecer uma compreensão mais abrangente do ocorrido, oferecendo esperança de justiça e esclarecimento para as famílias das vítimas e a comunidade como um todo.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading