Incêndio de Ônibus em Porto Alegre: Tensão e Desvio no Trânsito

Na noite deste domingo (19), Porto Alegre enfrentou um episódio de violência e caos no trânsito após dois ônibus serem incendiados na esquina das avenidas João Pessoa e Princesa Isabel, no bairro Azenha. A Brigada Militar (BM) relatou que uma manifestação estava ocorrendo na região e, ao chegar ao local, uma viatura foi atacada com pedras. Em seguida, os veículos começaram a queimar.

De acordo com testemunhas, os passageiros foram rapidamente orientados a descer dos ônibus antes de as chamas começarem. Um motorista que passava pelo local relatou que, quando um galão de gasolina foi jogado em um dos ônibus, houve uma grande correria, com pessoas fugindo do veículo e das proximidades. As chamas rapidamente tomaram proporções significativas, levando motoristas a subir em canteiros e trafegar na contramão para escapar do local, temendo uma explosão.

Autoridades reagem a queima dos ônibus

Até o momento, a Brigada Militar não divulgou informações oficiais sobre o motivo do protesto. Não houve relatos de feridos durante a manifestação.

Às 19h40min, pelo menos 15 viaturas da BM isolaram a região. Estrondos semelhantes a tiros e bombas foram ouvidos, e às 20h, a tropa de choque foi posicionada no entorno do Condomínio Princesa Isabel. Às 22h, peritos da Polícia Civil inspecionaram os ônibus incendiados, e por volta das 22h15min, os bombeiros retornaram para apagar um novo princípio de incêndio em um dos veículos. Pouco antes das 23h, os soldados deixaram o conjunto habitacional.

Um momento de tensão ocorreu quando moradores do condomínio tentaram deixar os prédios, mas foram impedidos pela BM e orientados a permanecerem nos imóveis. Outro grupo de moradores, que estava do lado de fora do conjunto habitacional, só pôde retornar após a saída dos policiais.

Impacto no Trânsito

Devido à interrupção do trânsito, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) desviou o transporte público no eixo João Pessoa/Bento Gonçalves. No sentido Centro-bairro, os ônibus passaram pela Avenida Ipiranga, Rua São Luiz e Avenida Bento Gonçalves. Do bairro para o Centro, o percurso foi feito pela Avenida Bento Gonçalves via Luiz de Camões, São Luiz, Ipiranga e João Pessoa.

O incidente resultou em uma noite de tensão para os moradores e motoristas da região. A ação rápida das autoridades evitou uma tragédia maior, mas os impactos no trânsito e a sensação de insegurança ainda perduram. A cidade aguarda esclarecimentos sobre o motivo do protesto e medidas para prevenir novos episódios de violência.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 952

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading