Procon acha irregularidades nas peixarias do Mercado Público

Na manhã da última quinta-feira (25), agentes do Procon de Porto Alegre realizaram uma fiscalização minuciosa no Mercado Público da cidade, onde notificaram seis peixarias por irregularidades na venda de produtos, especialmente relacionadas à pesagem e às informações nas embalagens.

Irregularidades nas peixarias do Mercado Público

Durante a operação, diversas irregularidades foram identificadas, atendendo a denúncias prévias de consumidores. Problemas como diferenças entre o peso informado e o real dos pescados foram constatados, além de discrepâncias nas informações sobre espécie, data de pesagem e validade dos produtos.

Os estabelecimentos notificados agora têm um prazo de dez dias úteis para regularizar a situação, conforme previsto pelo Código de Defesa do Consumidor. Rafael Gonçalves, diretor do Procon municipal, ressaltou a importância de os produtos fornecerem informações precisas e completas, visando garantir os direitos do consumidor.

É importante destacar que a fiscalização ocorre em um momento sensível, especialmente durante a Semana Santa, quando o consumo de pescados aumenta devido à tradição cristã de substituir a carne vermelha. Durante esse período, o Procon recebeu várias denúncias de consumidores insatisfeitos com suas compras, relatando produtos diferentes do que foi adquirido ou com peso inferior ao cobrado.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 981

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading