Aprovada a Política Municipal de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista em Porto Alegre

Na última quarta-feira (17), a Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou um projeto de lei crucial para a comunidade: a instituição da Política Municipal de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Esta medida representa um avanço significativo na garantia dos direitos e no suporte necessário para indivíduos com TEA na cidade.

Diretrizes da Política Municipal dos Direitos da Pessoa Autista

O projeto, proposto pelo vereador Claudio Janta (SD), estabelece diretrizes importantes para a proteção dos direitos da pessoa com TEA. Entre essas diretrizes estão:

  1. Intersetorialidade no desenvolvimento de ações e políticas para pessoas com TEA.
  2. Participação da comunidade na formulação de políticas públicas.
  3. Atenção integral às necessidades de saúde, incluindo diagnóstico precoce e acesso a tratamentos.
  4. Estímulo à inserção no mercado de trabalho.
  5. Responsabilidade do Poder Público na divulgação de informações sobre o TEA.
  6. Incentivo à formação de profissionais especializados no atendimento a pessoas com TEA.

O projeto também garante o direito à educação inclusiva para pessoas com TEA. Em casos de comprovada necessidade, alunos incluídos em classes comuns terão direito a acompanhante especializado. Além disso, fica vedada qualquer forma de limitação de alunos com TEA por sala de aula ou ciclo educacional.

Essa proposição está em consonância com a Lei Federal nº 12.764/2012, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com TEA. Reforça o compromisso do Poder Público em garantir a aplicação eficaz dessa lei, proporcionando suporte adequado e promovendo a inclusão plena dos autistas na sociedade.

A aprovação dessa política representa um passo importante na promoção da inclusão e no respeito aos direitos das pessoas com TEA em Porto Alegre, garantindo que recebam o suporte necessário para alcançarem todo o seu potencial.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 886

Descubra mais sobre Curtindo PoA

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading