Quando Borré chega no Inter? Tudo sobre a negociação

Rafael Borré, aos 28 anos, conhecido por seus feitos no River Plate e na seleção colombiana, é o novo reforço do Internacional.

O Internacional está no centro das atenções do mercado da bola, e a possível chegada de Rafael Borré, emprestado pelo Eintracht Frankfurt ao Werder Bremen, agita os bastidores do Beira-Rio. As negociações, no entanto, não são tão simples quanto parecem, e o clube gaúcho adota uma postura cautelosa diante das condições financeiras. Vamos desvendar os detalhes dessa novela e entender como a chegada de Borré pode impactar o esquema tático do técnico Eduardo Coudet.

O Inter e a Postura Financeira

O Internacional deixou claro que não está disposto a desembolsar qualquer quantia para antecipar a chegada de Rafael Borré. Mesmo após o acordo anunciado até dezembro de 2028, o clube gaúcho espera que o atacante convença os alemães a liberá-lo antes do término do empréstimo. A diretoria colorada entende que já fez a sua parte e aguarda uma resolução.

A contratação de Borré faz parte de uma janela de transferências agressiva do Internacional, que já assegurou reforços como Ivan, Robert Renan e Hyoran. A equipe, agora sob o comando de Eduardo Coudet, busca manter uma postura agressiva e ofensiva para a temporada. A pré-temporada do treinador contribuirá para moldar uma equipe competitiva com os novos jogadores.

Quem é Rafael Borré?

Rafael Borré, aos 28 anos, é conhecido por seus feitos no River Plate e na seleção colombiana. Destro e com preferência pelo lado direito, atua como segundo atacante, realizando movimentos estratégicos de saída de área e surpreendendo a defesa adversária. Sua chegada rápida na área e estilo oportunista se encaixam perfeitamente no esquema clássico de Eduardo Coudet, no 4-1-3-2.

Coudet tem em mente algumas opções táticas para incluir Borré na equipe. No esquema 4-1-3-2, o colombiano formaria dupla de ataque com Enner Valencia ou Lucas Alario, sustentado por três meias: Wanderson, Alan Patrick e Hyoran. Outra alternativa seria um 4-3-1-2, proporcionando maior segurança defensiva e permitindo a presença de mais meias pelo lado, com Lucas Alario como possível companheiro de ataque.

A novela envolvendo Rafael Borré no Internacional promete capítulos emocionantes. A postura financeira, as expectativas de Coudet e as características do jogador contribuem para uma trama intensa no Beira-Rio. A torcida colorada aguarda ansiosamente para ver como essa peça se encaixará no esquema tático e como o Internacional seguirá sua trajetória na temporada de 2024.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 1100

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading