Quando volta a água da Corsan em Gravataí?

O mais recente boletim emitido pelo Centro de Operações Integradas (COI) da Corsan revela que, até as 19h20 desta quarta-feira (17), um total de 41 ocorrências de desabastecimento foram registradas, impactando 448,4 mil imóveis. A falta de energia elétrica continua sendo a principal causa, afetando 30 ocorrências e deixando 433,1 mil imóveis sem água em 24 municípios.

Comparado ao boletim da tarde, o número de imóveis desabastecidos aumentou, sinalizando para desafios crescentes na recuperação do sistema de abastecimento de água. O prolongamento da falta de energia elétrica pode levar ao esgotamento dos reservatórios e a falhas no bombeamento e distribuição de água aos imóveis conectados à rede Corsan.

Falta de água ainda atinge 40 bairros de Porto Alegre e previsão do DMAE não é das melhores.

Medidas Emergenciais Adotadas pela Corsan

Diante dessa situação crítica, a Corsan implementou medidas emergenciais para mitigar os impactos. A contratação de geradores e carros-pipa é parte dessas ações, visando atender imediatamente às necessidades da população. Atualmente, 38 geradores estão em operação em 18 cidades de diversas regiões do Estado. Esses equipamentos se somam aos já alocados no Plano Verão da Companhia, iniciado em dezembro.

A Corsan está mobilizada há pelo menos 22 horas em uma força-tarefa para enfrentar os desafios gerados ao sistema de abastecimento de água em todo o Rio Grande do Sul após o temporal. O comprometimento da empresa em lidar proativamente com a crise é evidenciado pela adoção de medidas imediatas e pela constante atualização da situação.

A situação atualizada do abastecimento nos municípios atendidos pela Corsan, juntamente com as previsões de retomada dos serviços, pode ser conferida no site oficial da Companhia. Entretanto, segundo informações da companhia, a água deve retornar até o final desta quinta-feira (18), nas casas dos gravataienses. Por fim, vale ressaltar que a Corsan continua empenhada em restabelecer o fornecimento de água o mais rapidamente possível, garantindo o bem-estar da comunidade afetada.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 981

Deixe um comentário

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading