Rodovias no Rio Grande do Sul são liberadas após bloqueios por chuvas

Após uma semana de bloqueios devido às chuvas intensas que atingiram o Rio Grande do Sul, pelo menos seis trechos rodoviários na região foram liberados para trânsito desde domingo (5). A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável por essas estradas, informou que três trechos ainda estão bloqueados por danos estruturais no Vale do Taquari.

O diretor-presidente da EGR, Luís Fernando Vanacôr, destacou a importância de uma avaliação criteriosa dos pontos afetados antes do início das obras. Ele ressaltou o compromisso da empresa em restabelecer os trechos afetados e garantir a segurança e a mobilidade da população.

Quais rodovias no Rio Grande do Sul foram liberadas?

Os trechos rodoviários que permanecem bloqueados incluem a ERS-130, entre Lajeado e Encantado, devido ao desabamento de uma ponte sobre o Rio Forqueta, e a ERS-129, em Muçum, onde a pista desmoronou. Equipes da EGR estão trabalhando no local do quilômetro 96 da ERS-129, em Vespasiano Correa, onde houve queda de barreira.

Por outro lado, várias rodovias na região foram liberadas para trânsito:

  • ERS-115, entre Gramado e Taquara, com tráfego liberado para veículos no sistema pare e siga em Três Coroas;
  • ERS-235, entre Nova Petrópolis e Canela, com controle de fluxo em Nova Petrópolis;
  • RS-235, entre Gramado e São Francisco de Paula, sem restrição de fluxo;
  • ERS-020, entre Três Coroas e São Francisco de Paula, com estreitamento de pista em São Francisco de Paula;
  • ERS-784, da ERS-040 até Cidreira, sem restrição de fluxo;
  • ERS-239, entre Novo Hamburgo e Riozinho, sem restrição de fluxo;
  • ERS-474, da BR-290 até a ERS-239 em Rolante, sem restrição de fluxo.

Além disso, em outras regiões do estado, diversas rodovias foram liberadas para trânsito com ou sem restrição de fluxo, facilitando o deslocamento da população afetada pelas chuvas.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 979

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading