Santa Catarina e São Paulo Enviam Ajuda Humanitária ao estado

Diante da grave situação enfrentada pelo Rio Grande do Sul devido às fortes chuvas que assolam o estado desde o último sábado (27), os governos de Santa Catarina e São Paulo anunciaram o envio de ajuda humanitária para auxiliar no enfrentamento das enchentes e deslizamentos que têm afetado diversas cidades gaúchas.

Segundo informações da Defesa Civil gaúcha, a crise meteorológica já causou 10 mortes, deixou 11 feridos e 21 pessoas desaparecidas. O balanço mais recente, revela que 114 municípios foram afetados pelas chuvas, resultando em 3.416 pessoas abrigadas e 3.416 desalojadas.

Ajuda Humanitária de Santa Catarina

O governo de Santa Catarina anunciou o envio de 34 profissionais da Defesa Civil catarinense, Polícia Militar (PMSC) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), além de um helicóptero, oito viaturas e 12 embarcações. Essa equipe especializada em resgate em deslizamentos e outras situações de emergência visa fornecer apoio imediato às vítimas dos desastres naturais no Rio Grande do Sul.

O governador catarinense, Jorginho Mello, ressaltou a importância da solidariedade entre os estados e afirmou que toda ajuda é necessária diante de um cenário adverso como esse.

Apoio de São Paulo

Por sua vez, o governo de São Paulo enviou uma equipe de salvamento aéreo da Polícia Militar a bordo do helicóptero Águia 12. Composta por seis tripulantes especializados em resgate aéreo, essa equipe está equipada com guincho elétrico, maca de montanha e mantas térmicas, entre outros acessórios essenciais para o atendimento a vítimas de inundações.

A equipe paulista foi direcionada para Lajeado, onde avaliará a necessidade de reforço com o apoio de mais um helicóptero Águia.

Essa ação conjunta entre os estados reforça o espírito de solidariedade nacional e evidencia a importância da cooperação entre as regiões do país em momentos de crise. O apoio mútuo entre Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul é fundamental para amenizar o sofrimento das comunidades afetadas e garantir o socorro necessário às vítimas das chuvas.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 946

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading