Sebrae RS lança programa de apoio a Micro e Pequenas Empresas

O Sebrae RS estima que poderá atender entre 10 mil a 15 mil desses negócios com os recursos disponíveis.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul (Sebrae RS) anunciou o lançamento do programa Sebraetec Supera, destinado a auxiliar microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte afetadas pela recente catástrofe climática. Este programa é uma expansão do que foi aplicado no Vale do Taquari em setembro de 2023, agora ampliado devido à magnitude da destruição recente.

Objetivo do Programa do Sebrae

Segundo Luiz Carlos Bohn, presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae RS, o Sebraetec Supera tem como objetivo oferecer suporte às empresas diretamente impactadas pelas enchentes. Estima-se que os prejuízos médios dos pequenos empreendimentos sejam de até R$ 50 mil. Para enfrentar essa situação, o Sebrae RS remanejou seu orçamento, com apoio do Sebrae Nacional, direcionando todos os recursos disponíveis para este programa.

Empresas interessadas devem se cadastrar pelo site do programa, onde poderão manifestar suas necessidades. O Sebrae RS está mobilizando seu pessoal para buscar fisicamente as empresas afetadas, além de oferecer suporte online. A consultoria do Sebrae RS avaliará a situação de cada empresa, desenvolverá um plano de ação para retomar as atividades e disponibilizará recursos não reembolsáveis para ajudar nos reparos e reposições necessárias.

Recursos Disponíveis

O programa oferece reembolso de até R$ 15 mil para custos com reparos, manutenção ou reposição de equipamentos e mobiliário. Os valores são distribuídos da seguinte forma:

  • Microempreendedor individual (MEI): até R$ 3 mil
  • Microempresa: até R$ 10 mil
  • Empresa de pequeno porte: até R$ 15 mil

Além dos recursos do Sebrae RS, as empresas poderão obter valores semelhantes através de parcerias com a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e cooperativas de crédito.

Critérios para Benefícios

As empresas deverão comprovar sua localização nas regiões afetadas e formular um plano de retomada. O reembolso será efetuado em até 45 dias para a aquisição de mercadorias, estoque, equipamentos, móveis ou utensílios necessários para o funcionamento. Itens cobertos por seguros ou obtidos por doação não são elegíveis para reembolso.

O levantamento inicial indica que aproximadamente 1,5 milhão de pequenos negócios no estado foram afetados, sendo 66 mil gravemente. O Sebrae RS estima que poderá atender entre 10 mil a 15 mil desses negócios com os recursos disponíveis.

Além do Sebraetec Supera, o Sebrae RS está promovendo a Assessoria de Negócios, baseada na metodologia da Small Business Administration (SBA) dos Estados Unidos. Este programa oferece treinamento, assessoria individual e soluções para o desenvolvimento sustentável e de longo prazo dos negócios, ajudando os pequenos empreendedores a reestruturar seus negócios e garantir a continuidade das operações.

Com a implementação do Sebraetec Supera e da Assessoria de Negócios, o Sebrae RS demonstra um compromisso sólido com a recuperação dos pequenos negócios afetados pelas enchentes. A iniciativa não apenas oferece recursos financeiros, mas também suporte estratégico para garantir a sobrevivência e crescimento dos empreendimentos, preservando empregos e fortalecendo a economia local.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 981

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading