Tarifa Zero no Transporte Público de Porto Alegre: Projeto de Lei Propõe Mudança Radical

A Tarifa Zero no transporte público é uma proposta inovadora que tem o potencial de transformar o sistema e melhorar a qualidade de vida.

Um projeto de lei protocolado na Câmara Municipal de Porto Alegre por Roberto Robaina (PSOL) visa implementar a Tarifa Zero no transporte público da capital gaúcha. A proposta, se aprovada, representaria uma mudança radical na forma como o sistema de transporte público é financiado e utilizado.

Financiamento da Tarifa Zero no Transporte Público Através de Taxa

O projeto prevê a criação de uma Taxa de Mobilidade Urbana (TMU) a ser paga por empresas empregadoras. A TMU seria equivalente a 26 Unidades Financeiras Municipais (UFMs), cerca de R$ 140 mensais por trabalhador. Empresas com menos de 10 funcionários teriam desconto de 50%.

O vereador Robaina argumenta que a Tarifa Zero é necessária para garantir um transporte público acessível à população e de qualidade. Ele destaca que o sistema atual, baseado na cobrança de tarifa por passageiro, não é suficiente para custear um serviço de qualidade e que a maioria dos trabalhadores não consegue pagar.

A capacidade de arrecadação da TMU é estimada em R$ 63 milhões mensais, considerando uma média de trabalhadores formais por empresa na cidade. Dados do CAGED indicam que Porto Alegre possui 547 mil empregados.

Exemplos de Sucesso em Outros Municípios

A Tarifa Zero já é realidade em mais de 30 municípios brasileiros, como Teresina (PI), Tiradentes (MG) e Taubaté (SP). São Paulo também implementou um programa de Tarifa Zero parcial.

A implementação da Tarifa Zero em Porto Alegre teria diversos benefícios, como:

  • Acesso universal ao transporte público: Todos os cidadãos teriam acesso gratuito ao transporte público, independente da sua renda.
  • Redução do trânsito: Aumento do número de pessoas usando o transporte público levaria à redução do trânsito e da poluição.
  • Estímulo à economia: A Tarifa Zero colocaria mais dinheiro no bolso dos trabalhadores e estimularia a economia local.
  • Melhoria da qualidade de vida: A população teria mais tempo livre e acesso a oportunidades de trabalho, educação e lazer.

Desafios e Discussão

A implementação da Tarifa Zero também apresenta desafios, como a necessidade de garantir a qualidade do serviço e a sustentabilidade financeira do sistema. O projeto de lei ainda precisa ser debatido e aprovado pela Câmara Municipal de Porto Alegre.

A Tarifa Zero é uma proposta inovadora que tem o potencial de transformar o sistema de transporte público de Porto Alegre e melhorar a qualidade de vida da população. A discussão sobre este tema é fundamental para o futuro da cidade.

Gostou da matéria? Siga a gente no FacebookInstagram e Twitter, e fique por dentro das notícias de porto Alegre.

Magdalena Schneider

Magdalena Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.
Natural de Dois Irmãos / RS, sempre quis morar em Porto Alegre, e em 2020 realizou esse desejo. Há três anos vem desbravando a capital gaúcha e compartilhando aqui suas experiências.

Artigos: 981

Descubra mais sobre Curtindo Porto Alegre

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading